Cuidados Para Aumentar A Vida Útil do Seu Kit Básico e da Sua Roupa de Neoprene



Para a maioria dos mergulhadores, comprar seu próprio equipamento significa não apenas a realização de um sonho de consumo, mas também a opção por um considerável investimento financeiro. Um equipamento completo composto pelo kit básico (máscara, snorkel, nadadeira e cinto de lastro), roupa, colete e regulador, custa pelo menos R$ 2.500,00. Em tempos de crise, somos forçados a admitir : não é pouco dinheiro.

Fundamental, portanto, é cuidar bem dos equipamentos depois de comprá-los, para que durem o maior tempo possível e justifiquem o valor pago por eles. Embora os instrutores passem várias dicas de manutenção durante o curso básico, muitas vezes o aluno esquece o que aprendeu antes de comprar seu equipamento. E todo mundo sabe : equipamento mal cuidado é sinônimo de prejuízos e maiores riscos de acidente durante o mergulho.

Aqui você vai aprender - ou relembrar - os cuidados elementares que todo mergulhador deve ter com seu equipamento básico e com as roupas de neoprene.


Cuidados Cok o Kit Básico


Depois do uso, nunca deixe os equipamentos (máscara, snorkel, nadadeiras e cinto de lastro) expostos ao sol. Isso provocaria ressecamento e perda de elasticidade, algo especialmente prejudicial às partes de borracha ou silicone.

É comum, quando o mergulhador chega ao barco depois de um mergulho, passar o equipamento para o Divemaster antes de subir. Mais comum ainda é o mergulhador esquecer o equipamento no mesmo lugar deixado pelo Divemaster. levando em conta essa situação tão corriqueira, a dica é : sempre mantenha seu equipamento dentro da sacola de mergulho quando ele não estiver sendo usado. Isso vale para todo o equipamento. Assim, ele fica a salvo do vaivém de mergulhadores dentro do barco. Além de evitar acidentes que possam danificar o equipamento, a embarcação fica sempre organizada.

Uma vez em casa ou na pousada, lave todo o material apenas com água doce corrente e deixe tudo secar à sombra.

Nunca seque sua máscara com pano ou papel. Isso só provocaria microarranhões nas lentes.



Guarde sua máscara em um local arejado para evitar a formação de fungos. Eles geralmente aparecem sob a forma de pontos pretos, que se espalham pelo silicone e deixam a máscara sem condições de uso.

A máscara deve ser guardada em recipiente próprio que evite deformação do saiote e rachaduras no corpo. Se submetido a deformações por muito tempo, o saiote pode não recuperar sua forma original. Caso a máscara não tenha recipiente próprio, use como estojo uma daquelas embalagens plásticas tipo Tupperweare. Mas atenção : deve haver espaço de sobra na embalagem para acomodar a máscara, sem submetê-la a deformações.



O snorkel também deve ser lavado com água doce corrente e guardado em local arejado para evitar a mesma formação de fungos verificadas em máscaras guardadas de maneira inadequada. Se os fungos aparecerem, coloque o snorkel (ou a máscara) de molho em água clorada. Para eliminar o cheiro de cloro mais tarde, lave o equipamento com detergente neutro.



As nadadeiras devem ser guardadas em posição horizontal. Nunca deixe uma nadadeira sobre a outra também para evitar deformações. Se a única alternativa é guardá-las empilhadas, não jogue fora os protetores que vem de fábrica. Com eles, as nadadeiras não correm o risco de sofrer deformações.

O cinto de lastro também deve ser lavado com água doce corrente, para evitar o ressecamento da fita e a formação de cristais de sal entre ela e as pastilhas.

Nunca esqueça : os lastros devem ficar longe do restante do material, inclusive na hora de transportar o equipamento.


Cuidados Com a Roupa de Neoprene



Terminados os dias sucessivos de mergulho, lave a roupa de neoprene apenas com água doce corrente. Você pode deixá-la de molho na água (sem qualquer produto químico) por um dia inteiro, para eliminar o máximo possível de sal. mas não deixe a roupa de molho por um período mais longo do que este. Uma espécie de "limo" pode surgir nas paredes de borracha. Se a roupa for guardada nestas condições, o resultado é a formação de fungos que podem provocar sérias irritações de pele.

Coloque a roupa para secar na sombra. Primeiro, do lado interno, onde há maior acúmulo de água. Depois do lado externo.

Caso a roupa tenha duas peças, pendure-as em cabides separados para secar.

Após a secagem, o zíper deve ser lubrificado com silicone spray (se o zíper for de plástico) ou parafina (quando o zíper for de metal). Assim, evita-se que ocorra um travamento do zíper por causa da formação de zinabre ou cristais de sal.

Jamais dobre a roupa ao guardá-la, para que não formem vincos ou rugas no neoprene. tais vincos ou rugas acabam virando rachaduras com o tempo, abreviando a vida útil da roupa. O ideal é que ela seja colocada em um cabide e pendurada em local arejado. No caso das roupas de duas peças, ambas podem ser penduradas no mesmo cabide.

Matéria publicada na revista Mergulho, ano V, número 64, página 52


Voltar




Untitled Document


UNIDADE I - SÃO BERNARDO DO CAMPO
Rua: Quinze de Agosto- n°77 - Centro - Cep 09721-110
Tel.: (11)4339-7390 | (11) 4930-1002
Whatsapp: (11) 95657-7390/ e-mail: turismosbc@scubalab.com.br
Segunda a Sexta das 8h às 18h e Sábado das 8h às 12h
UNIDADE II - RIO DE JANEIRO
Rua: Professora Isolina Sartore, 140
Recreio dos Bandeirantes - RJ - Cep:22795-493
Tel.: (21) 3988-3183 / e-mail: turismorj@scubalab.com.br
Segunda a Sexta das 8h às 18h e Sábado das 8h às 12h