SAIBA UM POUCO MAIS SOBRE COLETES EQUILIBRADORES



Durante o Curso Básico, todo aluno aprende como escolher seu próprio colete e muitos acabam não absorvendo o assunto, devido ao excesso de informações passada ao mesmo tempo. Por conta disto vários mergulhadores acabam, várias vezes, mergulhando com um colete desconfortável que incomoda aqui ou ali.

Tudo isso ocorre devido à falta de referência, pois como este mergulhador nunca utilizou um colete adequado ao seu perfil, acha que esse desconforto é normal. Mergulhar é lazer e, se você começar a sofrer, algo está errado. Antes porém de optar por esse ou aquele colete, é importante saber o que pretende fazer durante sua carreira de mergulhador, pois existem várias especialidades que você poderá se interessar e, dependendo da escolhida, será necessário um modelo específico de colete.

Para ajudá-lo na escolha do colete equilibrador ideal, preparei algumas dicas que deverão ser levadas em consideração na compra e na manutenção preventiva desse equipamento. Conheça agora os modelos e para que tipo de mergulho são utilizados:


Jacket


Colete mais utilizado nos mergulhos recreacionais devido à sua simplicidade e preço acessível. Como infla sempre num todo, exige um ajuste perfeito na superfície, pois ao desinflá-lo para descer esse ajuste sofrerá alterações que também farão com que o colete fique mais folgado, devido ao fato de estar desinflado e à variação de pressão que, como você deve lembrar, altera a espessura da roupa. Possuem de uma a três válvulas de exaustão e uma traquéia com power com engate rápido.



Jacket com lastro integrado


Modelo mais indicado para os mergulhadores recreacionais que não querem sentir o desconforto do cinto de lastro na cintura. O sistema de lastro fica acoplado ao colete e poderá ser removido na mesma velocidade que o cinto normal, quando necessário. Possui também D’rings nos ombros, de uma a três válvulas de exaustão, uma traquéia com power com engate rápido, e deve seguir o mesmo critério de ajuste que o jacket mais simples. Em alguns modelos, poderão haver bolsos na parte de trás para lastros adicionais.



Semitécnico (back-mounted)


Colete apropriado aos mergulhadores que buscam algo mais no mergulho. Possui uma configuração mais limpa e infla somente nas costas, fazendo com que o seu ajuste permaneça inalterado, tornando o mergulho mais confortável mesmo com o uso de cilindros mais pesados. A maioria dos modelos conta com sistema de lastro integrado e D`rings que auxiliam na fixação de equipamentos necessários para algumas especialidades, como por exemplo o mergulho em naufrágio, quando o mergulhador precisa levar três lanternas, carretilhas, plaquetas de escrita, etc.


Técnico back-mounted


Esse modelo de colete exige maior atenção, pois é utilizado em mergulhos de alta performance técnica, quando o mergulhador precisará de redundância em sua configuração, pois na falha de um equipamento, o mergulhador técnico sempre deverá ter uma segunda opção. Com o colete não é diferente. O técnico possui duas bóias sobrepostas com duas traquéias independentes, evitando problemas mais graves com o rompimento de uma das bóias. Essas bóias são confeccionadas com maior capacidade e qualidade para suportar o peso de cilindros duplos e cilindros de stage, que em alguns tipos de mergulhos podem ser utilizados em um número maior que três.

Possui também D`rings bem localizados e na maioria das vezes ajustáveis, para fixação de vários equipamentos de suma importância para mergulho técnico. Atenção: Antes de optar por esse modelo de colete, esteja certo que está realmente apto a utilizá-lo. Nesse tipo de mergulho, os considerados excelentes mergulhadores são apenas bons, e tenha certeza de que somente alcançam esse patamar após exaustivas horas de treinamento.

Todos esses modelos podem ser confeccionados em nylon de 420, 840, 1000 e 1200 denier, com exceção dos técnicos que, na maioria das vezes, são confeccionados em nylon 1000 e 1200 denier.

Não é preciso dizer que a revisão anual desse equipamento é tão importante quanto a dos reguladores, pois é ele que atua diretamente no seu controle de flutuabilidade. Existem basicamente dois tipos de sistema de inflagem: o que utiliza válvula semelhante as dos pneus dos carros e o de eixo, que possue sua vedação através de o’rings.



Válvulas


É um sistema muito bom desde que seu usuário faça uma manutenção preventiva adequada, pois a água salgada que fica retida no sistema de inflagem vai aos poucos cristalizando, travando a válvula aberta e fazendo com que seu colete infle sozinho. Caso isso aconteça, leve-o imediatamente a uma oficina especializada para uma revisão completa.


Eixo


É um sistema que indico para os coletes técnicos, pois minimiza o risco de o colete inflar sozinho. Isso só vai acontecer quando as paredes nas quais os o’rings fazem a vedação estiverem muito sujas, o que quero acreditar ser muito difícil quando se trata de um mergulhador técnico, pois o cuidado com seu equipamento deverá se redobrado. Porém, caso ocorra a cristalização no eixo impedindo a vedação dos o’rings, o colete também apresentará o problema de inflar sozinho.

Uma boa manutenção preventiva é importante para evitar problemas mais sérios, como por exemplo o desgaste das peças devido à corrosão, que impede a vedação e exige a substituição das mesmas. Para evitar que isso aconteça, basta encher 1/3 do seu colete com água doce pelo power, apertando o botão de desinflar, completar o restante do espaço com ar, sacudir de um lado para o outro, para cima e para baixo e esgotar a água pela válvula de exaustão, repetindo essa manobra por três vezes. Isso evita também que as paredes internas do colete colem. Após isso, deixe-o secar na sombra e, quando estiver seco, dê um banho de silicone spray em todo o colete, o que irá aumentar seu tempo de vida útil.

Uma vez por ano seu colete deve passar por uma revisão completa em uma oficina especializada. Nesta ocasião, certifique-se que será desmontado todo o mecanismo de inflagem, desinflagem e válvulas de exaustão e que as peças serão limpas em uma seção de ultra-som, lubrificadas e montadas. Após isso, seu colete deve receber um banho de silicone spray e estará pronto para uma utilização segura.

Como todo equipamento, o colete equilibrador tem que oferecer conforto e segurança para um mergulho agradável. Observando estas dicas, com certeza você anotará em seu log-book fatos interessantes de seus mergulhos e não comentários do tipo “tive problemas com o colete. Mergulho cancelado.”



Reforçando


Não deixe seu próximo mergulho ir por água abaixo, faça a revisão anual em uma oficina especializada.


Voltar




Untitled Document


UNIDADE I - SÃO BERNARDO DO CAMPO
Rua: Quinze de Agosto- n°77 - Centro - Cep 09721-110
Tel.: (11)4339-7390 | (11) 4930-1002
Whatsapp: (11) 95657-7390/ e-mail: turismosbc@scubalab.com.br
Segunda a Sexta das 8h às 18h e Sábado das 8h às 12h
UNIDADE II - RIO DE JANEIRO
Rua: Professora Isolina Sartore, 140
Recreio dos Bandeirantes - RJ - Cep:22795-493
Tel.: (21) 3988-3183 / e-mail: turismorj@scubalab.com.br
Segunda a Sexta das 8h às 18h e Sábado das 8h às 12h